DSpace
 

RIUFF >
Ciências Humanas, Linguísticas, Letras >
IHT - História >
LABHOI - Laboratório de História Oral e Imagem >
LABHOI - Artigos de periódicos e Trabalhos apresentados em Eventos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/150

Title: A “nação” que se tem e a “terra” de onde se vem: categorias de inserção social de africanos no Império português, século XVIII
Authors: Soares, Mariza de Carvalho
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Cândido Mendes
Citation: SOARES, Mariza de Carvalho. A “nação” que se tem e a “terra” de onde se vem: categorias de inserção social de africanos no Império português, século XVIII. Estudos Afro-Asiáticos, Rio de Janeiro, v. 26, n. 2, p.303-330, 2004. Disponível em: < http://www.labhoi.uff.br/sites/default/files/May07qmlnCYtl_nacao.pdf >.
Abstract: Tomando como base a análise de africanos vindos da Baía do Benim para a cidade do Rio de Janeiro, no século XVIII, o texto traça algumas curtas biografias de “pretos minas forros” para mostrar uma ampla e bem organizada rede de relações sustentada por laços étnicos, religiosos, profissionais, financeiros e de parentesco para explicitar como a “nação mina” abarca uma grande diversidade de pequenos grupos que se organizam com base na “nação” e na “terra” de onde procedem. Mantendo algumas de suas tradições e abrindo mão de outras, eles buscam uma saída para continuar existindo enquanto grupo dentro do universo colonial, hierarquizado, monárquico e católico.
???metadata.dc.description.abstractother???: Departing from the analysis of Africans who came from Bight of Benin to the city of Rio de Janeiro during the eighteenth century, the article is based on some short biographies of “freed blackMina” to focus on a broad network sustained by ethnic, religious, professional, financial and kinship links to bring out the idea that Mina nation comprised many small groups organized according to the different “lands” where Mina people came from. By keeping some of the early traditions and abandoning others, they tried different ways to maintain themselves as a group inside the hierarchical, monarchic and Catholic colonial society.
URI: http://200.20.0.147:8080/jspui/handle/1/150
Appears in Collections:LABHOI - Artigos de periódicos e Trabalhos apresentados em Eventos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Soares, Mariza-A nacao que se tem....pdf164.1 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

This item is licensed under a Creative Commons License
Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback